domingo, 9 de maio de 2010

triste fim de policarpo quaresma...kkkk...me senti melhor por hj.

hellow....

Ainda estou bm....digo assim pq as vezes de uma hora pra outra bate a loukura em mim...e tudo se torna de menos pra mim.
Em relação ao TA tou bm, miando menos a cada dia, na vdd tive uma recaída esses dias atrás mas acredito q ja me recuperei por agora, de bm com mami e papi....vizitanduuu.

Hj tive uma esperiencia q ñ desejaria dessa forma, e a nenhuma pessoa.

Tah vou falar:

A minha fase de gorda, qse obesa, aconteceu na minha adolescencia, entre os 13 e 15 anos, eu engordei muito rapido....berei a obesidade nesses dois anos de gorda, nossa foi muito dificil, eu fui excluida e esnobada por muita gente, inclusive minhas primas, que as vezes ñ saiam comigo por eu ser gorda, me chamavam de porca gorda, ñ gostavam das roupas que eu vestia"roupas de gorda", eu me sentia super excluida a ponto de qse entrar em depressão. Essa minha gordura só ñ evoluiu mais, pq eu tive o senso do ridiculo e resolvi fazer dieta....falando sério mesmo eu engordei na puberdade excesso de hormonio, metabolismo lento.
Foi qndo desenvolvi TA, eu fiz dieta por conta própria ou seja simplesmente ñ comia e praticava muita atividade fisica"exageradamente" Nf pra mim ñ existia eu simplesmente ñ comer e pronto, emagreci muito rapido, e só parei pq minha familia começou a puxar minha orelha dizendo q eu ja estava magra demais , e gordo.... cabeça de gordo, qndo emagreci continuei com cabeça de gordo, continuava a usar roupas largas achando q numero menor ñ me ia caber...olhava no espelho e tava lá eu imensa...apesar de até hj eu me sentir assim, porém eu me via magra só na balança, no espelho a gorda de sempre, no meu caso o meu TA é devida a eu ser uma ex-gordinha, hj eu estou com 23 anos e foram poucas as vezes q eu me senti magra....mesmo pesando lá uns 50kg. Eu tenho mas massa muscular, comparando eu com 59kg atuais e muitas outras garotas com o mesmo peso ou menor pode se ver grande diferença no biotipo....ou seja eu com uns 54kg fico uma cavera.(vide posters anteriores com 60kg ñ magra, mas biotipo).

Voltando ao assunto do inicio, hj teve uma comemoraçãozinha do dia das mães na casa da nossa avó, e lá estavam minhas primas que me esnobavam tanto, gente na época elas eram do tipo modelo, eram até chamadas para desfiles e tudo mais, ñ qrendo desmerecer ninguém, mas lá estava eu, ñ no corpo q eu gostaria de estar, porém invejada por elas, que agora estão ñ tão obesas, mas gordas, lá se foram os corpinhos de modelo que me esnobaram, e eu firme e forte mantendo a saúde e magra"porém ñ com o corpo que desejo". Não me senti a melhor, porém respirei melhor do que anos atrás memoraveis e indesajaveis. Tah meninas ñ qrendo me gabar mas sim tenho o biotipo de gostosa, qrendo ser magrelinha, das pernas e braços finos.

Por hj respirei melhor.....odeio lembrar da minha fase depressiva de gorda, mas de vez enquando é bom pra ñ cairmos em tentação.



Meninas sem mais e agradecendo pela força que todas teêm me dado.



Bjo a todas, e nunca esnobem um gordinho.....isso é muito triste e pode ter um final mais triste ainda.


Agradeço a todas q leram meu post até o final.



PS: hj em dia uso somente roupas justa, batas jamais, tenho muito seios e me acho gorda com esse tipo de roupa"complexo", ao contrário da minha adolescencia...rsrsrsr

(9.9)

6 comentários:

Miana do Brasil disse...

Mandou muito bem garota! Mostrou pra elas com quantos paus se faz uma canoa, pessoas excludentes merecem lições da vida, vc as ensinou uma lição importante com certeza, que ótimo que está bem com seus pais. E que está aí firme na batalha, miando menos e tal.

Força sempre!!! Que tudo dê certo pra vc.

bjuss

*Danny disse...

oi Ana Rafaela!!!!
esse seu post serviu mto para mim.
Para eu ter força pra mudar.
Pra depois jogar na cara da minha família q eu consegui.
Eu tenho q ter forças pq nao é fácil ser gorda.
Obrigada por escrever o seu momento, foi mto importante pra mim!!!
Parabéns por vc ter dado a volta por cima.
E é isso mesmo. Hoje estamos em baixo mais amanhã poderemos estar por cima,.
Por a vida nos dá essa chance é só aproveitarmos para mudar tendo força e controle.
Estou feliz por vc.
Mto
e espero q isso aconteça comigo em breve.
Um beijo
=*
*Danny.

Rose Cassée disse...

Ahh, nosso biotipo é super parecido, eu também sou gostosa e me sinto enooorme com batas. Mas uso mesmo assim às vezes.

Minhas calças eram justas mas agora estão caindo, graças a Deus, e espero que caiam mais ainda...

Ahh, você relembrou algo ruim, mas de uma forma boa, porque agora deu a volta por cima o/ Parabéns!

E ahh, foi só tu falar que reapareceu o "miar" nos meus posts -.-' *semata*

Beijos, força! ♥

Katie disse...

que nos venha um pouco de juizo a todas, não é?
e mesmo assim como se há-de sair deste monstro???!
é preciso ser tão forte!
obrigada por ser tão querida e vir ao meu blog!!

beijooos

Yara disse...

É, eu sei como é deixar as fdps p traz... eu tenho tanto ódio dessas imbecis que me zoavam na escola.
Hoje eu finjo que nem vejo, e quando falo é só pra esfregar bem na cara mesmo o quanto a minha vida é melhor que a delas. Mais magra, morando numa cidade grande, numa universidade infinitamente melhor que as particulares fubentas que o dinheiro delas pode pagar... dá vontade de rir na cara... mas faço bem uma cara de pena tipo: "que pena de vc, que nunca sairá desse cidadezinha e dessa vidinha de gorda conformada".

Beijão gata
e vamos voltar magrinhas do fds!!

FORÇA E CONTROLE

May D. Canady disse...

Poutz, eu entendo, COMO entendo! Eu nunca fui "gordinha" por assim dizer, mas sei bem o que é sofrer bullying, ostracismo. Acho que esse foi um dos fatores principais que me fez desenvolver um transtorno alimentar. Minha auto-estima ficou extremamente detonada. Um belo dia reencontrei uma pessoa, um cara, que me batia e me zoava demais na escola. Reencontrei ele no terceiro ano do Ens Médio. Eu tava bem com uns 40Kg. Nossa, nem imaginava que ainda o odiasse tanto. E acho que ele nem lembrava de mim. Mas ele me fez TANTO mal... Eu olhei bem dentro dos olhos dele durante um tempo, e foi só isso, me voltei e continuei subindo as escadas. Sei que não posso responsabilizar ninguem pelas minhas escolhas, mas naquele momento... Eu realmente meio que o culpei por 65% da minha Anorexia e Bulimia. Afinal, ele e seu grupinho de marginais contribuiram e muito para minar minha auto-estima. Mas que Deus o perdoe. Eu continuarei aqui, na minha luta diária. Assim como voce. Na hora de humilhar alguem, as pessoas nunca se importam com os danos que podem causar. Queria ter metabolizado isso tudo. Afinal, fatos são apenas fatos, o que os define é a forma como se reage a eles. Lamento ter culpado a comida pelos meus supostos problemas.